O sonho de construir casa própria

O sonho da casa própria, no modelo convencional, custa muito dinheiro. É uma soma impossível, para muitas pessoas. O que acontece normalmente, é que aqueles que querem ver seu sonho realizado, recorrem a financiamentos bancários. Isso aumenta consideravelmente o valor gasto na construção. Nos parágrafos a seguir, você saberá como construir sua casa, economizando mais da metade do valor. Dependendo do local e da disponibilidade de recursos naturais, a casa pode ser feita com menos de 1/3 do preço da construção convencional. Esse custo pode cair ainda mais, você fizer mutirões com familiares e amigos. Continue lendo para descobrir como construir com materiais naturais, uma casa tão sólida quanto qualquer outra.

Por que construir casa usando terra

A terra é o mais prevalente material de construção usado por várias culturas ao redor do mundo. Construções milenares, mosteiros, castelos, fortificações (incluindo a Muralha da China) e cidades inteiras no Marrocos e outros países da África e Oriente Médio, foram construídas com terra. A Muralha da China, tem um revestimento externo de pedra, recheado de terra. Basta imaginar que o homem viveu milênios e construiu com materiais naturais, antes que a indústria da construção civil se desenvolvesse. A construção civil é responsável por mais de 40% do consumo da energia produzida no mundo, nas etapas de extração e industrialização e consome ainda quase 50% de todos os recursos naturais extraídos no planeta.

A grande vantagem da terra, além de ser um material abundante e natural, é o fato de ser um ótimo isolante térmico e acústico. Essas técnicas ancestrais estão sendo revitalizadas e cada vez mais utilizadas atualmente. A permacultura está resgatando esses conhecimentos antigos do homem, em um momento em que vivemos uma séria crise ambiental, em todo o mundo.

Casa Feita de Terra

Materiais naturais disponíveis 

Entre os muitos materiais que podem ser utilizados na construção de uma casa, prevalece a terra (de qualquer tipo), cascalho, pedras, palhas diversas, madeira caída (pode ser madeira torta, galhos e troncos). O bambu, eucalipto, baba de cacto e água. Entre os materiais industrializados indispensáveis, estão os pregos, parafusos, arame galvanizado e recozido, ferramentas elétricas e manuais, canos de PVC, fios elétricos e uma pequena porcentagem de cimento, para a fundação.

Confira em nosso Curso de Bioconstrução, todas as técnicas usadas para se construir com materiais naturais, como adobe, cob, cordwood, solocimento, ferrocimento, taipa, superadobe, hiperadobe, cimento queimado, mosaico, vitral, calfetice e outros. Esse curso é um guia completo, com passo a passo de todas as técnicas em textos, slides, infográficos, receitas e vídeos.

A primeira coisa que você precisa fazer, é uma checagem no terreno, e nas áreas circundantes. Faça um levantamento do que existe de recursos, como pedra, tipos de terra e facilidade de extração. Veja também se existe madeira caída ou madeira seca que possa ser cortada. Jamais corte árvores vivas dentro da propriedade. Na verdade, você precisa plantar muitas árvores em sua área, para que a natureza possa prover recursos para você, sua família e as próximas gerações. Verifique que tipo de capim, ou palha de coqueiro existe na região. Moitas de bambu também são excelentes recursos para construir.

A escolha do local

Com esse levantamento em mãos, escolha o local para construir sua casa. Gostaríamos de lembrar que a construção de uma casa começa quando você faz o projeto. Confira as necessidades de sua família, para desenvolver o projeto. Faça um primeiro desenho, mas consulte um bio arquiteto, se for possível. Importante lembrar que a marcação do local da casa deve ser feito, levando-se em conta a posição do sol e ventos predominantes.

Casa Construída de Madeira Caída

Marque a casa no terreno, observando, com cuidado, os caminhos naturais da água. Não construa em baixios, na beira de córregos e rios ou em locais que possam alagar, na época das chuvas. Escolha um local em que a água em excesso possa escoar naturalmente. A casa deve ficar localizada em uma parte mais alta do terreno.

Madeira

Existem algumas técnicas, que podem ser estruturais, como o cob. Uma parede grossa de cob pode sustentar o madeiramento do telhado. Se optar por outra técnica, verifique se há necessidade de construir uma estrutura de madeira travada. Essa estrutura irá sustentar o telhado. Você pode usar qualquer tipo de madeira, encontrada na propriedade. Árvores grossas e tortas, produzem um efeito muito interessante, lembrando as casas de contos de fadas.

Essa madeira, para que possa durar, precisa ser mergulhada em óleo queimado, mas somente a parte que ficará em contato com a umidade da terra. Na verdade, mesmo mergulhando o pé do pau, dentro do tambor de óleo queimado, você deverá aplicar esse pilar, com um apoio sobre as pedras. Madeira em contato direto com a terra, mesmo coberta, tende a se deteriorar com o passar dos anos. Uma boa opção, é usar o eucalipto tratado, que é uma madeira relativamente barata. Algumas vigas de eucalipto tratado, podem sustentar toda a estrutura de sua casa.

Outra técnica milenar para conservação da madeira, é queimá-la na fogueira. Rode o pau em cima do fogo, até que fique todo preto, mas sem brasas. Isso impermeabiliza a madeira e evita que fungos e insetos façam furos nela. Os japoneses usam essa técnica há milênios.

Casa construída com superadobe

Fundação

Casas bioconstruídas não necessitam de grandes fundações. Normalmente, um buraco de cerca de um metro, para chumbar os pilares, pode ser preenchido com pedras e massa de cimento, na proporção de 2 x 1 (duas medidas de areia, uma de cimento). Esse é o único local de sua obra, que o uso do cimento não pode ser descartado. Mesmo não sendo uma grande fundação, o apoio dos pilares deve ser bem feito. Ao marcar a casa, faça as valetas, dependendo da técnica que irá usar. Normalmente, uma valeta de 40 x 40 é suficiente.

Cubra essa valeta com pedras e massa de cimento 2 x 1. Nivele essas vigas, um pouco acima do solo. Isso deve ser feito para que o piso da casa fique ligeiramente elevado, em relação ao terreno. Quando as vigas estiverem niveladas, você tem a opção de colocar um plástico grosso, por cima de toda a fundação, e começar a subir as paredes de barro a partir do plástico. Isso evita que a umidade do solo suba pelas paredes, na época das chuvas.

Fundação pronta, escolha agora a técnica que irá usar para subir as paredes, de acordo com a disponibilidade de material natural em sua área. Se optar pela técnica do superadobe ou hiperadobe, por exemplo, não necessitará fazer a fundação. As paredes sobem direto de dentro da valeta, socando a terra nos sacos empilhados. Veja o passo a passo de todas as técnicas naturais em nosso Curso de Bioconstrução e no Curso de Bambu.

Escolha a técnica

Construir com superadobeOutra vantagem da técnica do superadobe, é que ela é autoportante, ou seja, as paredes se curvam e são travadas em um domo. São as chamadas gotas. É uma técnica muito barata, se comparada às outras, considerando que não há gastos com telhado. Somente um pequeno travamento de madeira, e um domo que pode ser feito de vidro ou  policarbonato, no centro, para iluminação natural.

Você pode construir também com a técnica do ferrocimento, também descrita em nosso curso. Essa técnica consiste em uma armação com tela, onde uma massa fina de cimento e areia é aplicada. O ferrocimento é também uma técnica bastante barata. É usada inclusive para a construção de mega estruturas e grandes embarcações.

Mutirões

Todas essas técnicas, podem se tornar ainda mais baratas, se a construção for feita em regime de mutirão. Reúna os amigos e familiares, em dias específicos para trabalhar na obra. Ela ficará pronta mais rápido e o custo de mão de obra, que normalmente é a metade do valor, na construção convencional, pode ser ainda menor. O gasto que terá para construir será com um bom almoço e alguns lanches ao longo do dia. A alegria de construir sua própria casa, com materiais naturais, em regime de mutirão é especial. Algo que se lembrará sempre.

Caso você tenha alguma dúvida com relação ao programa do Curso de Bioconstrução, pode escrever para o email contato@ecoviladamontanha.org. Teremos prazer em esclarecer suas dúvidas.

Translate »

Pin It on Pinterest

Share This